Links de Acesso

Trinta e seis pessoas assassinadas no Quénia


Corpos de pessoas assassinadas por homens armados em Mandera, Quénia

Corpos de pessoas assassinadas por homens armados em Mandera, Quénia

Pelo menos 36 pessoas foram mortas no mais recente de uma série de ataques por homens armados numa pedreira no nordeste do Quénia, anunciou esta Terça-feira a Cruz Vermelha.

O incidente ocorreu na noite de Segunda-feira a cerca de 15 quilómetros da remota vila de Mandera e junto à perigosa fronteira com a Somália, onde opera o grupo rebelde al-Shabab, aliado à Al-Qaeda, bem como outras milícias, e que têm realizado uma série de incursões armadas. Ninguém reivindicou a acção, mas tudo aponta para o grupo islâmico al-Shabab.

A carnificina na pedreira segue-se a um outro ataque na noite de segunda-feira na cidade de Wajir, onde foi morta uma pessoa e 12 outras sofreram ferimentos quando homens armados atiraram granadas e dispararam rajadas de balas num bar. O Quénia tem sofrido uma série de ataques desde que invadiu a Somália em 2011 para atacar o al-Shabab. As forças quenianas estão a operar no quadro das forças da União Africana para combater os islamitas.

XS
SM
MD
LG