Links de Acesso

Tribunal Constitucional inviabiliza pacto eleitoral em São Tomé e Príncipe


Primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe. Gabriel Costa

Primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe. Gabriel Costa

O Tribunal Constitucional de São Tomé e Príncipe indeferiu, nas últimas horas, um requerimento de três pequenos partidos, incluindo a UDD, do primeiro-ministro Gabriel Costa, que preconizava a coligação por listas.

De acordo com a STP-Press, além de chumbar a pretensão do partido PND de António Quintas Aguiar, do ex-candidato à liderança do MLSTP, do autarca de Mé-Zochi, do PEPS de Rafael Branco (ex-líder do MLSTP), e da UDD, do primeiro-ministro Gabriel Costa, este último partido autor do requerimento, foi também punido pelo Tribunal Constitucional com uma multa.

A iniciativa dos três partidos visava uma convergência na contagem de votos pós-eleitoral para através do método Hondt conseguirem alcançar mandatos convertidos em deputados à Assembleia Nacional.

XS
SM
MD
LG