Links de Acesso

Tribunal cabo-verdiano condena arguidos da Operação III

  • Redacção VOA

A droga veio da América Latina

Traficantes apanhandos quando descarregam 176 quilos de cocaína

O Tribunal da da Praia, em Cabo Verde, condenou os seis arguidos da “Operação Príncipe III”, envolvidos no tráfico de droga em Abril de 2016, a penas de prisão efectivas que vão dos quatro aos 10 anos e quatro meses.

Os condenados, um cabo-verdiano, quatro brasileiros e um russo, foram surpreendidos a 17 de Abril de 2016, numa operação conjunta da Polícia Judiciária e da Guarda Costeira, a bordo do navio de pesca “Príncipe III”, proveniente da América Latina, quando tentavam descarregar 178 quilos de cocaína, em Cabo Verde.

O Tribunal absolveu na quinta-feira, 12, entretanto, todos os implicados, inclusive os arguidos que aguardavam julgamento sob Termo de Identidade e Residência (TIR), da acusação de associação criminosa.

A pena maior coube ao cabo-verdiano Fernando Varela, 10 anos e quatro meses de prisão, enquanto um cidadão soviético foi sentenciado a quatro anos de prisão efectiva.

Os advogados já disseram que vai recorrer.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG