Links de Acesso

Treze igrejas encerradas em Angola


Imagem de arquivo

Imagem de arquivo

A direcção provincial da Cultura em Luena, Angola, encerrou recentemente 13 igrejas que funcionavam na ilegalidade, segundo o seu responsável Noél João Manuel.

Aquele dirigente disse a Angop, que os templos foram fechados por não possuírem os requisitos exigidos por lei para o seu funcionamento e lamentou a renitência de algumas líderes dessas igrejas que continuam a desobedecer as orientações das autoridades culturais em relação ao exercício ilegal da actividade religiosa.

Manuel admitiu existirem na província várias denominações religiosas que praticam cultos de forma clandestina por não estarem reconhecidos pelo seu sector, pelo que, prometeu responsabilizar criminalmente os seus líderes em caso de serem detectados.

Aquele responsável referiu que vai intensificar as acções que visam o combate à proliferação de denominações religiosas suspeitas, por contribuírem para a disseminação de práticas que contrariam a lei vigente no país, além de incutirem hábitos e costumes que não se identificam com a cultura angolana.

XS
SM
MD
LG