Links de Acesso

Três supostos colaboradores de Israel enforcados pelo Hamas


O Hamas, que governa a Faixa de Gaza, executou hoje, por enforcamento, três homens acusados de colaborar com Israel, inimigo do movimento radical palestiniano, escreve a AFP.

As execuções aconteceram num clima de pedidos de vingança por parte do Hamas, após o misterioso assassinato de um de seus comandantes a 24 de março em Gaza.

O movimento radical palestiniano acusa Israel pelo assassinato.

Os homens executados não foram acusados pela morte de Mazen Faqha, e sim por actos anteriores.

O Hamas prometeu, após o assassinato de seu comandante, punir os palestinianos que colaboram com Israel.

Segundo a AFP, o Hamas não divulgou nenhuma informação precisa que permita ao grupo acusar Israel pelo assassinato. Outras pistas plausíveis sobre a morte do comandante do grupo são lutas internas dentro do movimento e até mesmo um ajuste de contas de salafistas rivais do Hamas.

Israel já matou vários dirigentes do Hamas e acusava Mazen Faqha de ser o cérebro de vários atentados suicidas cometidos durante a segunda Intifada, entre 2000 e 2005.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG