Links de Acesso

Três activistas das Lundas vão ser sentenciados

  • Redacção VOA

Angola: Tribunal solicitado a libertar activistas das Lundas

Angola: Tribunal solicitado a libertar activistas das Lundas

Tribunal no Dundo ordena libertação de dois outros, incluindo homem de 70 anos de idade que terá sido "brutalmente" espancado pela polícia

Três activistas das Lundas detidos no passado dia 9 de Fevereiro e que comparecem hoje, 13, em tribunal no Dundo deverão conhecer a sua sentença no próximo dia 20 de Abril.

Dois outros activistas foram libertados.

O julgamento está relacionado com incidentes na Lunda Norte que ocorreram a 9 de Fevereiro depois da polícia ter efectuado uma rusga à casa de Oliveira Caetano onde confiscou cerca de 225 T-Shirts do Movimento do Protectorado da Lunda Tchokwe, uma organização que luta pela autonomia dessa região.

Quando Caetano foi detido, dezenas de populares manifestaram-se em frente às instalações da polícia resultando em confrontos que levaram à prisão de dezenas de pessoas, a maior parte das quais foram subsequentemente libertadas.

Oliveira Caetano foi contudo um dos dois activistas libertados hoje. O outro é Belo Efécio de 70 anos de idade que, segundo o dirigente do movimento José Mateus Zecamutchima, foi espancado pela polícia após a sua prisão e que segundo notícias está ainda doente por causa das agressões.

Os três presos que vão conhecer a sua sentença no próximo dia 20 são Domingos Coqueiro, de 45 anos de idade, Alexandré Sauanuque, de 52 anos, e Zeca Samuimba, de 52.

XS
SM
MD
LG