Links de Acesso

Tesoureiro do PT é preso na operação Lava Jato


Dilma Roussef

Dilma Roussef

A Polícia Federal(PF) brasileira prendeu hoje, 15, o tesoureiro do PT, partido no Governo, João Vaccari Neto, no âmbito da operação Lava Jato, que investiga o esquema bilionário de corrupção envolvendo a Petrobras, empreiteiras e partidos políticos.

Em nota, a PF informou que foram cumpridos um mandado de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e um mandado de condução coercitiva na 12ª etapa da operação.

Vaccari foi preso em casa, em São Paulo, e será levado pela PF para Curitiba, onde estão concentradas as investigações da Lava Jato.

Vaccari responde a processo relacionado à Lava Jato sob acusação de receber doações para o PT oriundas de propinas pagas por empreiteiras para a obtenção de contratos com a Petrobras.

Segundo o Ministério Público Federal, o tesoureiro do PT tinha conhecimento da origem ilícita das doações. Vaccari e o partido negam as acusações.

Em depoimento à CPI da Petrobras na semana passada, Vaccari negou ter tratado das finanças do partido com executivos da Petrobras investigados no caso de corrupção e afirmou mais de uma vez que não cuidou da parte financeira da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

XS
SM
MD
LG