Links de Acesso

Terramoto deixa cinco mortos no Chile

  • VOA Português

Pessoas abandonaram as casas e ficaram na rua

Pessoas abandonaram as casas e ficaram na rua

O Governo do Chile suspendeu na madrugada desta quarta-feira, 2, o alerta de tsunami emitido após o terramoto.

Pelo menos cinco pessoas morreram ontem à noite na sequência do sismo 8,2 de magnitude que sacudiu o norte do Chile.

A Presidente do país, Michelle Bachelet, decretou hoje, 2, o estado de catástrofe natural.

A costa latino-americana do Pacífico está sob alerta na sequência de um sismo que se deu às 20h46 locais a apenas 39 quilómetros de profundidade e a 89 quilómetros de Cuya, no norte do Chile, de acordo com o Instituto Geológico dos Estados Unidos.

O mesmo organismo avançou que o sismo havia tido uma intensidade de 8,0 na escala de Richter, mas entretanto essa magnitude já foi revista para os 8,2, segundo o Centro Sismológico Nacional da Universidade do Chile.

Entretanto, o Governo suspendeu na madrugada desta quarta-feira, 2, o alerta de tsunami emitido após o terremoto.

O alerta de tsunami afectou toda a costa chilena, com cerca de 4 mil quilómetros de extensão. "Todos os comitês de emergência estiveram em operação, e a evacuação em toda a costa litorânea foi preventiva", disse o subsecretário do Interior, Mahmoud Aleuy.

A operação envolveu a retirada de 900 mil pessoas, segundo Ricardo Toro, director do Escritório Nacional de Emergências (Onemi).

O alerta dizia que além do Chile, as regiões costeiras de Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica e Nicarágua estariam em risco.
XS
SM
MD
LG