Links de Acesso

Tensão laboral na Rádio Nacional de Angola

  • Coque Mukuta

 Teixeira Cândido secretário geral adjunto do sindicato dos jornalistas

Teixeira Cândido secretário geral adjunto do sindicato dos jornalistas

Sindicato acusa RNA de criar estrutura sindical paralela para dificultar negociações

A tensão laboral está a agravar-se na Rádio Nacional de Angola depois do núcleo do Sindicato dos Jornalistas Angolanos ter dado um prazo para a emissora resolver as suas reivindicações.

Entre estas conta-se o fim da censura.




Agora foi criada na RNA uma nova direcção sindical na emissora oficial do estado angolano para tentar abafar essas reivindicações disse Teixeira Cândido Secretário-geral Adjunto do Sindicato dos Jornalistas angolanos.

“Foi criada uma nova direcção sindical para impedir as reivindicações do actual núcleo sindical,” disse, acrescentando que isso visa apenas dificultar as actuais negociações.
A nossa reportagem tentou o contacto com a direcção da rádio nacional de angola mas sem sucesso.

Numa nota de protesto endereçada no dia 15 de Agosto, ao Conselho de Administração da RNA, o núcleo do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA), do referido órgão, concede um período de 60 dias para a resolução dos problemas da censura e das suas reivindicações laborais.

Segundo Teixeira Cândido as negociações sobre as reclamações já estavam bem encaminhadas. E que tudo foi dificultado após a nomeação da nova direcção para aquele órgão.
XS
SM
MD
LG