Links de Acesso

Tenente-Coronel condenado por crime de guerra da RDC


Elementos do exército da República Democrática do Congo

Elementos do exército da República Democrática do Congo

Um tenente-coronel do exército da República Democrática do Congo (RDC) foi condenado a prisão perpétua por crimes contra a humanidade, cometidos quando dirigia uma milícia no Leste da República Democrática do Congo, entre 2005 e 2007.

“O Tribunal condena-o a prisão perpétua por crimes contra a humanidade”, declarou o coronel Armand Mukabombo, presidente do tribunal militar do Kivu Sul, ao ler a sentença ao tenente coronel Bedi Mobuli Engangela, citado pela AFP.

De 42 anos, o tenente coronel Engangela, foi igualmente condenado a “20 anos de dependência penal por crimes contra a humanidade e violações, 15 anos por “crimes contra a humanidade e outros actos desumanos como tortura e sequestro”, 15 anos por “exploração sexual” e 10 anos por “aprisionamento e outras formas de privação grave de liberdade física”.O julgamento foi realizado em Bukavu, capital da província do Kivu Sul, onde o tenente coronel Engangela dirigiu uma milícia entre 2005 e 2007.

XS
SM
MD
LG