Links de Acesso

Temores de cólera na fronteira entre Angola e República Democrática do Congo


As autoridades sanitárias na província angolana do Uíge suspeitam de existência de um surto de cólera na fronteira de Kimbata entre Angola e Republica Democrática do Congo.

Apesar de as autoridades não se pronunciarem sobre o assunto, a VOA sabe por meio de uma fonte próxima da Direcção de Saúde Pública que “os habitantes da província de baixo Congo em Matadi residentes em volta da fronteira com Angola suspeitam de possível surto de cólera” e que as autoridades angolanas “temem o alastramento da epidemia pelo país”.

A fonte citou ainda que as autoridades sanitárias no Uíge já criaram todas as condições preventivas para combater a epidemia na fronteira de Kimbata no Município de Maquela do Zombo para evitar a propagação da doença para Angola.

De acordo com a mesma fonte, além de Kimbata, os outros pontos fronteiriços como de Mbanza Nosso e Sacandica, também estão em alerta e já contam com a presença de técnicos de saúde.

A VOA tentou contactar a direcção provincial da Saúde no Uíge, mas a directora provincial manifestou-se indisponível

XS
SM
MD
LG