Links de Acesso

Tailândia: Líder de manifestantes ameaça capturar primeira-ministra


Anti-government protest leader Suthep Thaugsuban speaks to his supporters, Jan. 13, 2014, in Bangkok, Thailand.

Anti-government protest leader Suthep Thaugsuban speaks to his supporters, Jan. 13, 2014, in Bangkok, Thailand.

O líder dos manifestantes tailandeses que lançaram esta semana uma operação para paralisar Banguecoque e derrubar o governo ameaçou hoje capturar a primeira-ministra, se Yingluck Shinawatra não apresentar a demissão.

"Vamos capturar a primeira-ministra" e os membros do governo "um por um" se não apresentarem a demissão nos próximos dias, prometeu Suthep Thaugsuban, perante os apoiantes.

O antigo deputado é alvo de um mandado de captura por insurreição e pode ser julgado por homicídio e pelo papel na repressão das manifestações da primavera de 2010, quando era vice-primeiro-ministro, mas a polícia não tentou deter Suthep. Ele é conhecido pelas declarações intempestivas, mas o tom destas declarações reflecte também uma certa impunidade que rodeia os líderes do movimento de contestação, alvos de mandados de captura pelo papel numa crise, que já causou oito mortos em dois meses e meio.

Centenas de milhares de manifestantes contra o governo, que pretendem ver substituído por um "conselho do povo" não eleito, anunciaram o início de uma operação de paralisia da capital e bloquearam já vários cruzamentos estratégicos.

Apesar de uma diminuição do número de participantes, o bloqueio continuava hoje e milhares de manifestantes dirigiram-se para diferentes ministérios e administrações para impedir os funcionários de irem para o trabalho, como já fizeram várias vezes ao longo dos últimos meses.

XS
SM
MD
LG