Links de Acesso

Síria: Assad faz primeiro discurso em público desde Junho passado

  • Redacção VOA

O discurso foi proferido perante uma multidão de apoiantes reunidos na Ópera de Damasco.

O presidente sírio, Bashar al-Assad, proferiu hoje um raro discurso em público reafirmando que apoiava uma solução política para a guerra civil no seu país mas denunciando paralelamente as forças da oposição que apelidou de “terroristas” e apelando à população para que lute contra elas.

O seu primeiro discurso à nação desde Junho passado foi proferido perante uma multidão de apoiantes reunidos na Ópera de Damasco.

Na ocasião Assad disse que estava preparado para realizar uma conferência sobre a reconciliação nacional no âmbito de um processo político levando a uma nova constituição e à realização de eleições.

Disse contudo que esse diálogo excluiria todos aqueles que, segundo ele, “traíram a Síria”.

Durante o seu discurso Assad voltou a descrever os rebeldes como sendo terroristas da al Kaida apostados em destruir o país e apelou às potências internacionais e regionais a deixarem de apoiá-los e a armá-los.

Considerou igualmente a oposição síria no exílio como “fantoches do ocidente”.
As declarações do presidente sírio suscitaram de imediato críticas por parte da oposição síria e dos seus aliados regionais e ocidentais.

Os líderes da oposição exigem com efeito que Assad deixe o poder como condição para a realização de conversações.

Quanto ao chefe da diplomacia britânica William Hague, acusou Assad de fazer promessas falsas de reforma que “já não enganam minguém”.
XS
SM
MD
LG