Links de Acesso

Suspeitas de corrupção na emissão de bilhetes de identidade

  • Ramos Miguel

Um esquema de corrupção poderá ter sido montado na emissão de bilhetes de identidade em Moçambique, dado que mediante o pagamento de 1500 meticais, pode-se obter este documento em 48 horas, contra os 165 exigidos nos termos da lei.

Há casos em que as pessoas ficam um ano á espera do bilhete de identidade.

Os 1500 meticais desembolsados pelos cidadãos não vão para os cofres do Estado, mas para as mãos de alguns funcionários corruptos afectos aos serviços de emissão de bilhetes de identidade.

Esta foi a conclusão de estudo do Centro de Integridade Pública, uma instituição de promoção da transparência e boa governação, em Moçambique.

Lázaro Mabunda, autor do estudo, diz que o atraso na emissão de bilhetes de identidade é causado pela incapacidade do governo de controlar as parcerias público-privadas.

Cerca de 17 por cento da população moçambicana tem bilhete de Identidade biométricos. Espera-se que 2019, pelo menos, 52.90 por cento dos moçambicanos tenham este documento.

XS
SM
MD
LG