Links de Acesso

Supremo Tribunal dos Estados Unidos dá aval ao "Obamacare"


Foto de Arquivo

Foto de Arquivo

Barack Obama ganha batalha legal pelo seguro de saúde.

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos validou nesta quinta-feira, 25, a lei sobre o seguro de saúde promovida pelo presidente Barack Obama, conhecida por "Obamacare".

A decisão, de seis juízes contra três, significa que os sete milhões de americanos que se beneficiam com um seguro de saúde através do site do Governo têm direito a uma redução de impostos como os demais contribuintes.

Os opositores do Affordable Care Act, encabeçados pelo Partido Republicano e os lobbies das grandes empresas de seguro, argumentavam que era inconstitucional que o Governo federal subsidiasse o seguro.

"É uma vitória do bom senso e para todas as famílias americanas", declarou Nancy Pelosi, líder da minoria democrata na Câmara de Representantes.

Segundo Pelosi, "já era tempo de os republicanos abandonarem o seu ataque contra o novo sistema de saúde que oferece a milhões e milhões de americanos em todo o país".

Os republicanos, por seu lado, através do senador John Cornyn, disseram que "continuarão a lutar com unhas e dentes para recusar esta lei opressiva (...) porque o Obamacare é um desastre para milhões de famílias americanas, cujos custos com a saúde aumentarm ou perderam os seus seguros".

Por sua vez, o presidente americano garantiu que "a lei funciona, e vai continuar a funcionar". "Não podemos desfazer o que faz parte integrante da América", ressaltou Barack Obama, pedindo a seus adversários republicanos que parem seus ataques.

XS
SM
MD
LG