Links de Acesso

Suécia é o primeiro país da União Europeia a reconhecer Estado palestiniano


A Suécia reconheceu hoje oficialmente o Estado da Palestina, informou a ministra sueca dos Negócios Estrangeiros, menos de um mês depois de o Governo ter anunciado a intenção de avançar com o controverso reconhecimento. "Hoje, o Governo tomou a decisão de reconhecer o Estado da Palestina", disse a ministra Margot Wallstrom, num comunicado publicado no jornal Dagens Nyheter."

É um passo importante, que confirma o direito da Palestina à autodeterminação", disse, manifestando a esperança de que esta atitude "abra caminho para outros" países fazerem o mesmo. O primeiro-ministro da Suécia, Stefan Loefven, anunciou na sua primeira intervenção no parlamento, no início de Outubro, que o seu país seria o primeiro da União Europeia, na Europa ocidental, a reconhecer o estado palestiniano.

Enquanto os palestinianos saudaram a iniciativa, Israel convocou o embaixador sueco para expressar a sua desilusão e protestar.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG