Links de Acesso

Deputado são-tomense aconselha Primeiro-ministro a prender jornalistas

  • Óscar Medeiros

Primeiro ministro Gabriel Costa

Primeiro ministro Gabriel Costa

Cresce a onda de intimidação aos jornalistas

Cresce a onda de intimidação aos jornalistas de órgãos privados que trabalham em São-tomé e Príncipe.


Depois do Ministro da juventude e desporto em conferência de imprensa na semana passada, agora é o Primeiro-ministro Gabriel costa que aproveito dois dias do debate parlamentar sobre o orçamento geral do estado para 2013 para reforçar as ameaças aos jornalistas dos órgãos privados que trabalham no país.

Os ataques de Gabriel Costa tiveram como alvo principal a RDP-África, mas os Jornais Privados e as Rádios privadas sedeadas em São-tomé e Príncipe não saíram ilesos.

De acordo com o Primeiro-ministro os profissionais que trabalham nesses meios de informação têm estado a denigrir as mais altas figuras do estado São-tomense.

Perante as críticas de Gabriel Costa feitas no parlamento o Deputado Pires Neto do MDFM-PL, um dos três partidos que apoia o governo de Gabriel costa, aconselhou o Primeiro-ministro a prender os jornalistas que na sua opinião estão a obstaculizar as acções do Governo; “ tudo aquilo, seja senhor da comunicação social que estiver a querer nos prejudicar tem que tomar medidas, mesmo ela agressiva temos que tomar. Fecha aqui dois, três dias, gente não vê, dá comida, pessoas falam de tudo que quiser falar mas o homem está ai, está fechado, não vamos tirar. Está guardado, não vamos tirar e quando ele sair, sai mais quieto e já não mete para falar atoa”. Disse o deputado da Assembleia Nacional de São-tomé e Príncipe.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG