Links de Acesso

São Tomé pede ajuda contra pirataria e contrabando

  • Óscar Medeiros

Numa semana a guarda costeira de São Tomé e Príncipe apreendeu três navios petroleiros suspeitos de contrabando

O governo de São Tomé e Príncipe pediu ajuda aos parceiros do país para intensificar a vigilância nas suas águas territoriais.
A preocupação do governo de São Tomé e Príncipe foi manifestada no final da última sessão do conselho de ministros, na véspera do julgamento dos capitães de dois navios petroleiros acusados de contrabando ou desvio e importação e exportação ilícita e bens e mercadorias ao largo da costa da ilha de São Tomé.

Em comunicado lido na voz da ministra da justiça Idite Tenjuá, o governo de Gabriel Costa diz-se muito preocupado com o aumento da pirataria marítima no Golfo da Guiné e pede ajuda dos parceiros de São Tomé e Príncipe para intensificar a vigilância nas águas territoriais o país.

Numa semana a guarda costeira de São Tomé e Príncipe apreendeu três navios petroleiros suspeitos de contrabando ou desvio de mercadorias ao largo da costa do país.

Os capitães de dois dos três navios apreendidos pelas autoridades santomenses começaram a ser julgados esta manhã no Tribunal da Primeira Instância.
XS
SM
MD
LG