Links de Acesso

ADI recusa encontro com Governo sãotomense

  • Óscar Medeiros

Primeiro ministro Gabriel Costa

Primeiro ministro Gabriel Costa

ADI insiste que a saída para a crise são eleições antecipadas

O partido Acção Democrática Independente na oposição em São Tomé e Príncipe recusou um convite do Primeiro-Ministro Gabriel Costa para analisar a situação política interna e criticou a nomeação da Procuradora Geral da República.


O secretário-geral do ADI, Levy Nazaré, justificou a recusa em reunir-se com o Primeiro-Ministro, alegando que o seu partido não reconhece o actual Governo.

Contudo, frisou que o facto de o ADI não reconhecer Gabriel Costa como Primeiro-Ministro não significa indisponibilidade para o diálogo.

O partido Acção Democrática Independente, insiste que a melhor saída para a crise são eleições antecipadas.

O secretário-geral do ADI criticou igualmente a recente nomeação da Procuradora Geral da República, Elsa Pinto, por esta ser membro da comissão política do MLSTP-PSD, membro do Conselho de Estado e uma das deputadas que subscreveu a moção que derrubou o Governo de Patrice Trovoada.
XS
SM
MD
LG