Links de Acesso

Pinto da Costa considera Angola "parceiro sólido"

  • Faustino Diogo

O presidente Manuel Pinto da Costa durante a campanha eleitoral

O presidente Manuel Pinto da Costa durante a campanha eleitoral

A escolha de Angola deve -se ao desejo de São Tomé e Príncipe de desempenhar um papel pela positiva no Golfo da Guiné

Angola é "o parceiro mais sólido" para as necessidades de desenvolvimento de São Tomé e Príncipe, considerou hoje em Luanda o presidente são-tomense.

Manuel Pinto da Costa, que falava no final da visita oficial de dois dias a Angola, acrescentou que os dois países "têm um casamento para o progresso".

Manuel Pinto da Costa disse que a escolha de Angola se deve ao desejo de São Tomé e Príncipe de desempenhar um papel pela positiva no Golfo da Guiné: “São Tomé e Príncipe gostaria de jogar um papel pela positiva no Golfo da Guiné. E para isso tem que ter um parceiro sólido para efectivamente poder concretizar esta pretensão. E o parceiro sólido mais importante para nós é Angola”.

"São Tomé e Príncipe e Angola têm um casamento que já se realizou há bastante tempo, mas, como em todos os casamentos, os casais devem fazer todos os possíveis para que tenham uma vida melhor, maior harmonia e entendimento, para maior felicidade do casal", sublinhou Pinto da Costa.

Para Manuel Pinto da Costa, a parceria entre os dois países, além das relações institucionais, deve passar pelos agentes económicos, que, considerou, "devem estar preparados para jogar esse importante papel".

O presidente são-tomense reconheceu os "muitos problemas de desenvolvimento" que o seu país ainda mantém, mas manifestou-se confiante que, apesar da crise económica internacional, esses desafios serão ultrapassados.

XS
SM
MD
LG