Links de Acesso

S&P: Angola e Moçambique altamente endividados

  • Redacção VOA

Agência envia relatório a investidores

A agência de notação financeira Standard & Poor's admite que Angola irá ser o país africano que mais irá endividar-se em 2017, com dívidas de 15 mil milhões de dólares.

"Angola ultrapassou a África do Sul e vai tornar-se o país com maior endividamento em 2017”, diz a agência que, em terceiro lugar, coloca a Nigéria, com 7,4 mil milhões de dólares, enquanto a África do Sul deve emitir 12,4 mil milhões de dólares,

A dívida pública de Angola e da Nigéria, de acordo com os analistas da S&P tem uma maturidade média mais curta que a da África do Sul.

As emissões do ano passado, "tiveram um preço, com as taxas de juros médias a ultrapassar os 9%, bem acima da média de 6% de que estes países gozaram entre 2013 e 2015".

Na nota enviada a investidores, a agência também se refere a Moçambique ao defender que o Governo deve negociar um programa de ajuda do Fundo Monetário Internacional (FMI) antes de regressar às emissões de dívida nos mercados financeiros internacionais.

"Acreditamos que o país vai tentar negociar um programa com o FMI primeiro", dizem os especialistas que não concordam que o país emita dívida nos mercados internacionais em 2017 “por causa do seu recente incumprimento financeiro".

A S&P lembra que Moçambique entrou em incumprimento financeiro neste 'eurobond' e “tem a mais alta percentagem de dívida pública em moeda estrangeira”.

Recorde-se que o FMI mantém conversações com o Governo de Moçambique sobre um possível reatamento da ajuda financeira, através de um programa de apoio, o que, no entanto, só acontecerá depois da auditoria às chamadas “dívidas ocultas” que deve estar concluída até o final deste mês.

O Banco Mundial anunciou na semana passada que pretende retomar a cooperação com Moçambique ainda antes do final de ano.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG