Links de Acesso

Sochi: Mau alojamento pode comprometer organização dos Jogos Olímpicos


Vista aérea dos hotéis construídos em Sochi

Vista aérea dos hotéis construídos em Sochi

Os organizadores dos Jogos Olimpicos de Inverno em Sochi na Rússia continuam a tentar ultrapassar os problemas relacionados com o alojamento dos muitos jornalistas que lá se encontram para fazer a cobertura das competições.

O repórter da VOA Park Brewer por exemplo afirma que tanto ele como muitos colegas se têm debatido com inúmeros problemas desde a sua chegada a Sochi principalmente no que se refere às ligações à rede de Internet.


Especial Jogos Olímpicos

Muitos jornalistas que chegam à cidade constatam também que as suas reservas de quartos de hotel nem sempre se concretizam. Há vários casos também do mesmo quarto sendo alugado a vários repórteres.

Quando conseguem um alojamento, as condições nem sempre são as melhores com graves deficiências tais como infestações de ratos ou casas de banho sem portas.

Tudo isso dizem os jornalistas ocidentais são problemas ultrapassáveis e que podem suscitar mesmo boas reportagens.

Já a sorte dos trabalhadores estrangeiros que foram contratados pelo governo russo para ajudar a construir o complexo olímpico é muito mais alarmante.

De facto, mais de 120 trabalhadores estrangeiros provenientes da Sérvia e da Bósnia foram deportados da Rússia no início do mês. Muitos deles queixam-se de não terem sido pagos ou de terem recebido muito menos do que o prometido.

Alguns desses trabalhadores disseram à VOA que os patrões sabiam que todos os estrangeiros deviam deixar o país até 15 de Janeiro, devido a medidas de segurança do governo russo.

Deixando-os ficar em Sochi depois dessa data, acrescentaram, os patrões sabiam que eles podiam ser detidos pela polícia não tendo assim qua pagar-lhes pelo seu trabalho.

Para além disso as acomodações eram péssimas, muitas vezes sem necessidades básicas tais como electricidade ou água corrente. Tudo isto apesar da Rússia ter despendido mais de 45 mil milhões de dólares naqueles que são considerados os Jogos Olímpicos mais caros da história.
XS
SM
MD
LG