Links de Acesso

Snowden: "Fui treinado para ser espião"


Edward Snowden ex-funcionário da NSA

Edward Snowden ex-funcionário da NSA

Snowden não gostou de ter sido descrito como administrativo de nível inferior

Edward Snowden, o ex-funcionário da agência de Inteligência americana, que revelou detalhes sobre as operações de vigilância doméstica do Governo, diz que foi treinado para ser espião e que trabalhou como agente secreto fora do país para a agência de Inteligência do país.

Numa entrevista com o apresentador Brian Williams do canal de televisão NBC-TV, em Moscovo, Snowden negou as afirmações de quem o descrevia como mero analista de nível inferior, dizendo que ele fingia "trabalhar numa posição que não era a sua e assinava um nome que não era o seu".

Foram revelados excertos da entrevista neta Terça-feira, 27.

"Eu sou um técnico especializado. Não trabalho com pessoas. Não recruto agentes. O que eu faço é pôr a funcionar os sistemas para os Estados Unidos. E fi-lo a todos os níveis - do mais baixo ao mais alto. Agora, o Governo pode negar estas coisas, eles podem embelezar de certo modo e dizer 'Oh, está bem, ele, ele é um analista de nível inferior'. Mas o que eles estão a tentar fazer é usar uma posição que eu tive e distrair as pessoas da minha experiência como agente secreto no exterior para a Agência Central de Inteligência".
Edward Snowden em videoconferência no Festival SXSW Música, Filme + Interactividade 2014, Centro de Convenções de Austin , Março 10, 2014.

Edward Snowden em videoconferência no Festival SXSW Música, Filme + Interactividade 2014, Centro de Convenções de Austin , Março 10, 2014.

"Eu trabalhei para a Agência Nacional de Segurança (NSA) como agente secreto no exterior e trabalhei para a Agência de Defesa de Inteligência como professor na Academia de Treino de Contra-Inteligência, onde desenvolvi fontes e métodos para manter a nossa informação e o nosso povo seguros num dos mais hostis e perigosos ambientes do mundo. Por isso quando eles dizem que eu sou administrativo de nível inferior, que não sei do que falo, eu diria que há algo ilusório aqui", disse Snowden.

Snowden estava a trabalhar como funcionário não vinculado (sem contrato) para a NSA quando viajou para Hong Kong no ano passado com documentos digitalizados, detalhando a recolha massiva da NSA com informação sobre as comunicações electrónicas dos americanos.

Ele passou os documentos ao jornalista Glenn Greenwald, que publicou a história no jornal britânico The Guardian. Snowden viajou entretanto para Moscovo onde lhe foi garantido asilo. Nos Estados Unidos, ele é acusado de ter revelado informação confidencial.

A Casa Branca passou uma legislação na semana passada que visa acabar com a recolha de informação massiva da NSA, das comunicações via telefone e Internet dos americanos.

A primeira entrevista de Snowden a um canal americano será publicada na íntegra esta Quarta-feira.
XS
SM
MD
LG