Links de Acesso

"Situação em Cabinda é "calamitosa", diz padre

  • Manuel José

Ruas de Cabinda alagadas depois da chuva.

Ruas de Cabinda alagadas depois da chuva.

Antigo secretário para a Pastoral dos Itinerantes da Conferência Episcopal de Angola e S. Tomé culpa a governadora

A situação em Cabinda é “calamitosa” e a governadora não tem capacidade para gerir a província, disse o antigo secretário para a Pastoral dos Itinerantes da Conferência Episcopal de Angola e S. Tomé, Felix Roberto Cubola.

Em declarações à VOA, o padre afirmou que “a situação social e não só em Cabinda é calamitosa”.

Cubola disse que nunca tinha visto uma situação como a que o território vive presentemente, “mesmo nos tempos mais graves que vivemos de guerra”.

O sacerdote recordou que “muitas vozes” já tinham anteriormente denunciado o “esbanjamento do erário público” e acabaram por ser presos.

Afirmando que é preciso “tocar na ferida para a curarmos”, o padre Felix Cubola considerou que a má gestão em Cabinda existe “porque a pessoa que foi escolhida para ser governadora não tem capacidade de gestão do bem público”.

Para o Cubola, o partido no poder “optou em fazer a população sofrer ao manter a actual governadora”.

“O MPLA está a dar imagem que não está para o bem da população”, concluiu o antigo secretário para a Pastoral dos Itinerantes da Conferência Episcopal de Angola e S. Tomé

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG