Links de Acesso

Síria: OMS diz que 338 pessoas morreram em Aleppo nas últimas semanas

  • Redacção VOA

Aleppo, 27 de Setembro, 2016

Aleppo, 27 de Setembro, 2016

Nenhum hospital tinha condições de receber centenas de pacientes de uma vez só.

Confrontos na cidade síria ocupada de Aleppo mataram 338 pessoas nas últimas semanas, incluindo 106 crianças. O número de feridos aproxima-se a 850, sendo 251 crianças.

Os dados foram divulgados hoje, 30, pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Pedimos quatro coisas: parem com as mortes, parem os ataques contra instituições de saúde, deixem os doentes e feridos saírem e deixem a ajuda entrar", disse o chefe de riscos de emergência e resposta humanitária da OMS, Rick Brennan, numa conferência de imprensa em Genebra.

Brennan é citado pela Reuters sublinhando que em Aleppo "a situação é realmente incomensurável".

Forças da Rússia e Síria iniciaram uma campanha para retomar um sector de Aleppo das mãos de rebeldes, neste mês, violando um cessar-fogo que não foi além de uma semana.

O funcionário da OMS disse que nenhum hospital tinha condições de receber centenas de pacientes de uma vez só.

Brennan acrescentou que a sua organização tem suprimentos prontos há semanas para assistir 140 mil pessoas, mas a situação de segurança não permite a entrada de equipamentos médicos essenciais na cidade.

XS
SM
MD
LG