Links de Acesso

Sida mata 106 pessoas por dia em Moçambique

  • William Mapote

Pelo menos 107 pessoas morrem todos os dias em Moçambique, vítimas de doenças associadas ao HIV/Sida.

Os números actualizados foram apresentados na reunião de Conselho de Ministros desta terça-feira, 30, e colocam Moçambique como um dos países com os mais elevados índices de HIV/Sida.

Os dados indicam ainda que um milhão e 500 mil pessoas vivem com a doença no país.

A província de Gaza, no sul, é a mais afectada com 25.1% de seroprevalência, seguida de Maputo Província, com 19.9%, e Cidade de Maputo, com 16.8%.

Depois, surgem Sofala, com 15.5%, Manica 15.3%, Zambézia, 12.6%, Cabo Delgado 9.5%, Tete 7%, Nampula 4.6% e Niassa, no extremo norte, com 3.7%.

Apesar dos altos índices de HIV/Sida, as contaminações diárias reduziram-se assim como o nível de seroprevalência.

As relações sexuais continuam a ser a principal causa de infecção, seguidas da contaminação de mãe para filho.

XS
SM
MD
LG