Links de Acesso

Sida aumenta ligeiramente na Huíla

  • Teodoro Albano

Responsáveis estão preocupados mas dizem que números poderão baixar com expansão de serviços.

A seroprevalência por HIV/Sida na Huíla é de 3.4 por cento, ligeiramente mais alto do que em 2013, anunciaram os responsáveis sanitários que tutelam o programa de luta contra a pandemia.

Até ao primeiro semestre de 2014, a província detinha um registo de infecções pela doença de 6.350 adultos e 991 crianças, dados cadastrados desde a instalação do programa em 2005.

Para Levi Gomes, responsável do Programa de Luta Contra a Sida na Huíla, são números preocupantes que poderão começar a baixar com a expansão de serviços em curso no âmbito do programa de luta contra a sida.

“Na semana do dia 1 a 5 de Desembro vamos optimizar os serviços a nível do Hospital da Mitcha do centro de saúde da Palanca e do hospital Sanatório”, anunciou.

Segundo ainda o responsável, a saúde pública local conta com alguns técnicos encarregues de lavar avante a expansão dos serviços pela província.

Levi Gomes destaca a presença de 33 médicos.

“Nós contamos com a formação de 33 médicos 45 enfermeiros 30 activistas 31 técnicos de estatística e vigilância epidemiológica e 25 técnicos de logística”, concluiu.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG