Links de Acesso

Serra Leoa suspende medidas de quarentena contra o ébola

  • VOA Português

Ernest Bai Koroma

Ernest Bai Koroma

Número de casos caiu drasticamente nas últimas semanas nos três países africanos afectados.

O presidente da Serra Leoa Ernest Bai Koroma anunciou o fim de todas as medidas de quarentena para combater o ébola devido ao retrocesso da epidemia no país, que tem o maior número de casos registados. "As restrições ao movimento da população serão reduzidas para fomentar a actividade económica. Já não haverá restrições deste tipo a nível local ou provincial", afirmou Koroma num discurso transmitido pela rádio e pela televisão.

A epidemia do ébola na África Ocidental, que começou no final de 2013 e provocou cerca de nove mil mortos e mais de 20 mil doentes, iniciou a fase de retrocesso nos três países mais afectados, Libéria, Guiné e Serra Leoa, onde o número de novos casos caiu em Janeiro ao seu menor nível desde Agosto de 2014.

A Organização Mundial de Saúde revelou na quarta-feira, 21, que 145 novos casos foram registados naqueles países na semana que terminou a18 de janeiro.

Apenas oito desses casos vieram de Liberia, uma pequena fracção dos mais de 400 casos por semana verificados durante os meses de Agosto e Setembro.

Na Serra Leoa, 117 novos casos foram confirmados em Serra Leoa, mas OMS considera que o número de novos pacientes está a diminuir rapidamente. O último número representa uma queda de mais de 50 por cento nas últimas duas semanas.

XS
SM
MD
LG