Links de Acesso

Sentença do caso "Ganga" conhecida na quinta-feira

  • Redacção VOA

Manuel Hilbert Ganga

Manuel Hilbert Ganga

Autor confesso do crime pode apanhar entre 16 e 20 anos de prisão.

O autor confesso de assassinar o militante da Casa-CE Manuel Hilbert Ganga conhecerá a sua sentença na próxima quinta-feira, 26.

O membro Guarda Presidencial Desidério Patrício de Barros confessou durante o julgamento ter disparado contra Ganga a 23 de Novembro de 2013, mas sem a intenção de matar.

As alegações finais foram lidas na terça-feira, 17, e o advogado da família de Ganga, Francisco Miguel ´Michel´ espera agora que “a justiça seja feita”.

Ainda assim, o causídico angolano admite que o inverso também é possível.

Manuel Hilbert Ganga foi morto quando afixava panfletos a propósito do caso Cassule e Kamulingue junto ao Estádio dos Coqueiros em Luanda, nas proximidades da residência oficial do Presidente da República.

Desidério de Barros pode ser condenado a uma pena que vai de 16 a 20 anos de prisão.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG