Links de Acesso

Seguidores de Kalupeteka duvidam de investigação independente aos confrontos de Huambo

  • Coque Mukuta

José Julino Kalupeteka

José Julino Kalupeteka

Os fiéis da seita A Luz do Mundo reagiram positivamente ao pedido do Escritório das Nações Unidas sobre os Direitos Humanos ao Governo angolano para que permita uma investigação independente aos confrontos do Huambo entre a polícia e seguidos de José Julino Kalupeteca.

Seguidores de Kalupeteka duvidam que possa haver inquérito independente - 1:13

Além da investigação independente recomendada pela ONU, a organização está igualmente preocupada com editoriais e relatos da imprensa estatal angolana que condenaram a seita, o que pode ter levado integrantes do grupo e as suas famílias a se esconderam com medo de mais violência.

Por agora, os seguidores de José Julino Kalupeteka dizem não haver garantias para regressarem à vida normal.

“Há muita gente desaparecida e quando apercebemos acrescem as nossas desconfianças” disse à VOA um membro da seita que pediu o anonimato.

Outro seguidor sénior de A Luz do Mundo, Isaak Mbapole Chikumga, afirma desconfiar que a arrogância do Executivo angolano não lhe vai dexar aceitar o pedido do Escritório dos Direitos Humanos das Nações Unidas para investigar o que aconteceu no Huambo.

“Eu ouvi o comunicado das Nações Unidas e para quem agiu sem cabeça é possível não aceitar a proposta de criarem uma comissão de inquérito independente”, conclui Chikumga.

A VOA tentou falar com o titular da pasta da comunicação social em Angola, Luís de Matos, para saber se o seu ministério vai acatar ou não o pedido da ONU, mas não obtivemos qualquer resposta.

De recordar que os seguidores da seita A Luz do Mundo continuam a acusar o Governo angolano de os perseguir e lembram o comunicado do Presidente José Eduardo dos Santos emitido a 20 de Abril, quatro dias após os confrontos.

Na nota, o Chefe de Estado descreveu os seguidores da seita, e citamos, como “indivíduos perigosos que devem ser rapidamente capturados e entregues à justiça”.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG