Links de Acesso

Secretário de Estado solto sem despacho judicial na Guiné-Bissau


Bissau

Bissau

Idelfrides Manuel Gomes Fernandes é acusado de venda ilegal de passaportes diplomáticos e de serviço.

O secretário de Estado das Comunidades da Guiné-Bissau Idelfrides Manuel Gomes Fernandes, detido na passada quinta-feira, 4, foi solto neste sábado, 6, sem qualquer decisão judicial.

Como a VOA noticiou, Gomes Fernandes foi detido por agentes da Polícia Judiciária no dia 4 por volta das 16 horas e levado para a sede daquela corporação.

Neste sábado, o secretário de Estado foi libertado, mas fontes em Bissau garantem que não houve qualquer autorização da justiça. Nem o Governo nem o Ministério Público ou a Polícia Judiciária comentaram o caso que é tema de conversa nas ruas da capital guineense.

Em determinados círculos, nomeadamente observadores e fontes do poder judicial, estranham a soltura do governo e temem que a impunidade continue a marcar pontos no país, depois de restabelecida a ordem constitucional há mais de um ano

Idelfrides Manuel Gomes Fernandes é acusado pelas autoridades policiais e judiciais de alegada venda ilegal de passaportes diplomáticos e de serviços.

Recorde-se que meses atrás, muitos cidadãos estrangeiros foram apanhados com passaportes diplomáticos e de serviço, os quais tinham a assinatura do Secretário de Estado das Comunidades, em vez da do ministro titular dos Negócios Estrangeiros, como impõe a lei.

Idelfrides Manuel Gomes Fernandes é secretário de Estado das Comunidades desde o Governo de Transição, saído do golpe de Estado de 12 de Abril de 2012. Entretanto, ele tinha ocupado o mesmo cargo no Governo de Carlos Gomes Júnior.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG