Links de Acesso

Seca no Namibe ameaça vidas humanas

  • Armando Chicoca

Populações dizem que autoridades ignoram pedidos de ajuda


A seca na provincia do Namibe continua a afectar milhares de pessoas e muitas queixam-se de que os seus pedidos de socorro não estão a ser ouvidos.




As zonas mais afectadas são aquelas dos Municípios do Tombwa e do Virei onde os residentes afirmam que o governo central e provincial pouco ou nada fizeram para que a fome que ameaça vidas humana seja mitigada.

Para uma população tradicionalmente pastoril, uma outra preocupação com quem se debatem, tem a ver com o gado que morre todos os dias por falta de água.

O soba António Mbeapé disse que a situação nas áreas pastoris de Obwo e Pediva, Município do Tombwa, é grave grave que está em perigo a sobrevivência das pessoas e animais.

Já o Soba grande do Município do Virei Bernardo Mussonde alerta as autoridades governamentais afirmando que a fome está a apertar cada vez mais o seu povo.
Muitas vidas humanas disse ele correm o perigo de sucumbir no próximos dias.

Juliana Fonseca Administradora do Município do Virei, portanto um dos Municípios mais críticos em estiagem prolongada e diz que a situação é insuportável, apoios de emergência são necessários em socorro da população afectada.

O segundo Secretario Provincial do Namibe do MPLA Carlos da Rocha Caito confirma que todos os dias recebem o grito das comunidades assoladas pela seca. Aquele político fez saber que diligencia foram feitas junto das entidades de Luanda de se viabilizar apoios necessários para a população assolada pela seca nesta região da província.

A seca afecta também outras províncias do sul de Angola nomeadamente o Cunene.
Recentemente foio noticiado que milhares de pessoas, incluindo crianças estavam a abandonar as suas zonas devido á seca e que milhares dessas pessoas estavam em perigo de morrer de fome.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG