Links de Acesso

Seca no Kuando Kubango afecta camponeses e criadores de gado

  • Fernando Caetano

Gado tem que percorrer centenas de quilómetros à procura de água

A aldeia de Olupale, município do Cuangar, no limite entre a província do Kuando Kubango e Namacunde no Cunene e a região da República da Namíbia de Okongo, está a viver momentos bastante difíceis devido à seca.

Na região vivem cerca de quatro mil habitantes que dependem única e exclusivamente da agricultura de subsistência e da pastorícia e as manadas de gado têm que percorrer várias centenas de quilómetros até ao rio Kubango para encontrar a água.

Actualmente em Olupale existem pouco mais de 70 mil cabeças de gado bovino, além de caprinos e suínos.

Devido a escassez das chuvas que por sinal afecta toda região do Kuando Kubango, homens e animais partilham o mesmo bebedouro com vários riscos para a saúde.

Para colmatar a situação os habitantes uniram esforços e abriram furos artesanais mas para encontrar água foram precisos esforços titânicos escavando a grandes profundidades.

Nem todos conseguem manter a reserva de água o que torna complicada a vida dos camponeses que nos meses de Maio até Setembro são forçados a percorrer longas distâncias até à comuna do Savate, onde passa o rio Cuvango.

O soba António Cambinda, disse que muitos têm que pagar entre duas a quatro cabeças de gado a membros da comunidade especialistas em escavar poços de água”.

Olupale detém mais de mil criadores de gado onde os menos abastados possuem cerca de 60 cabeças de gado mas a maioria é detentora de cerca de 600 animais.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG