Links de Acesso

Seca leva populares a reduzir número de refeições em Gaza

  • William Mapote

Moçambique tem que aumentar produção agrícola

Moçambique tem que aumentar produção agrícola

Mais de 120 crianças abandonaram a escola.

Cerca de 29 mil pessoas vivem a incerteza do dia seguinte, devido a fome que assola a província de Gaza, sul de Moçambique. Elisa Chaúque, uma das residentes, foi obrigada a reduzir as refeições diárias para apenas uma.

Na base dessa decisão estã a falta de chuva que afecta em particular o distrito de Chigubo, região setentrional de Gaza.

Chaúquefaz parte de um total de 29 mil pessoas que vivem na base de agricultura em Gaza e que desde Dezembro passado enfrentam uma grave situação de fome, por causa da falta de queda de chuvas.

A fome que se vive em Chigugo já está a ter impactos negativos no sector da educação.

No local, a VOA constatou que muitas crianças já abandonaram a escola, por causa da fome.

As autoridades locais, dizem que o número de criancas que deixaram a escola neste ano, já atinge os 120, como resultado, em parte, da paragem do projecto de apoio alimentar nas escolas.

Outro problema que se advinha em Chigubo é a possibilidade de ocorrência de doenças, em particular as diarreicas.

Dos poucos riachos onde ainda se vê alguma água, quase sempre turva, ela é partilhada com o gado.

Apesar do risco que corre, a população diz não ter outras alternativas.

XS
SM
MD
LG