Links de Acesso

Seca esteve em debate no Lubango

  • Teodoro Albano

Efeitos da seca (foto de arquivo)

Efeitos da seca (foto de arquivo)

A realização de um fórum específico sobre os efeitos da seca envolvendo instituições do governo e parceiros estratégicos é uma das recomendações produzidas pelo XVI encontro provincial das comunidades realizado recentemente no Lubango.




Promovido anualmente pela Acção de Desenvolvimento Rural e Ambiente, ADRA, o encontro recomendou ainda para os Gambos região mais atingida pela fome, a criação de uma estratégia sobre a aproximação entre criadores de gado e agricultores para trocas comerciais.

O encontro que juntou 44 participantes entre líderes comunitários, das administrações municipais, autoridades tradicionais, representantes de ONG´s e outros, recomendou por outro lado, os legisladores a clarificarem sobre como serão feitas as autarquias tendo em conta as características de cada município.

A directora da ADRA, antena Huíla, Mariana Chiloca Soma, fala da mais-valia destes encontros para as comunidades.

“ Normalmente estes encontros produzem recomendações produzem conclusões que depois são incluídas nos planos de actividades da organização e também estas recomendações algumas são seguidas pelos membros da comunidade. Isso para nós é muito importante porque ajuda um pouco a uniformizar a intervenção da ADRA a nível de todas as províncias onde estamos representados,” disse

O XVI encontro provincial das comunidades concluiu que os processos de concertação social reforçam a participação do cidadão na vida activa de cada localidade, uma ideia partilhada pela vice-governadora para o sector político e social, Maria Chipalavela.

“ Precisamos de empoderar a nossa participação e ela deve ter esta dimensão consciente, responsável deve estar esta dimensão como cidadão, devemos fazer exercício da nossa cidadania,” disse

O encontro nacional das comunidades o topo máximo da iniciativa que começa pelos municípios, passando pelas províncias realiza-se entre esta quinta e sexta-feira na província de Benguela.
XS
SM
MD
LG