Links de Acesso

Sean Penn diz "lamentar profundamente" repercussão do encontro com "El Chapo"

  • Redacção VOA

Sean Penn

Sean Penn

Actor americano afirma que queria apenas provocar um debate sobre a guerra as drogas.

O actor americano Sean Penn disse em entrevista nesta sexta-feira lamentar a repercussão da reportagem sobre o encontro dele com o chefe do tráfico mexicano Joaquín "El Chapo" Guzmán publicado pela revista Rolling Stones.

A conversa tinha como objectivo discutir a violência das drogas, de acordo com Penn.

"Eu lamento terrivelmente que a discussão inteira sobre essa reportagem ignore o seu propósito, que era tentar contribuir para essa discussão sobre a política da guerra às drogas", disse o actor ao jornalista Charlie Rose, do programa de TV This Morning, da CBS, em entrevista gravada ontem em Santa Monica, na Califórnia, mas divulgada hoje.

Na entrevista, o Penn rejeitou as alegações de que a entrevista resultou na prisão de "El Chapo".

"Existe esse mito sobre a visita que fizemos, meus colegas e eu, a El Chapo, que foi... 'essencial' para a captura dele", disse Penn, revelando que o encontro aconteceu há "muitas semanas" e num local longe de onde o traficante foi capturado.

Apesar de reconhecer que pode estar a correr perigo, o actor disse não ter medo de possíveis ameaças.

“El Chapo” foi recapturado pela polícia mexicana na semana passada, seis meses após ter protagonizado uma fuga espectacular de uma prisão de alta segurança através de um túnel feito a partir da sua própria cela.

A Passadeira Vermelha conta a história também:

XS
SM
MD
LG