Links de Acesso

"Só há paz em Angola porque Savimbi morreu" - Emídio Fernando


"Só há paz em Angola porque Savimbi morreu" - Emídio Fernando

"Só há paz em Angola porque Savimbi morreu" - Emídio Fernando

Jornalista angolano, autor de novo livro sobre líder da UNITA, diz que a morte de Savimbi foi a segunda independência de Angola.

O jornalista angolano Emídio Fernando, publicou esta semana em Lisboa o livro “Jonas Savimbi: Do Lado Errado da História”. Nele defende que, com duas ou três excepções, o fundador da UNITA esteve sempre errado.

Entrevistado pela Voz da América a propósito do 10º aniversário da morte do líder histórico da UNITA, Fernando disse que só há paz em Angola porque Savimbi morreu, acrescentando que "essa paz é o que os angolanos deviam celebrar" nesta data que, segundo ela, representou "a segunda independência de Angola".

Crê também que, ao não aceitar os resultados das eleições de 1992, Jonas Savimbi cometeu "o seu maior erro e um dos momentos mais dramáticos de Angola",, acabando por ficar isolado de todos, incluindo os Estados Unidos, seu principal apoiante.

Do lado positivo, afirma que Savimbi deixou à UNITA quadros "muito bem formados" militar e intelectualmente; conseguiu levar o MPLA a aceitar as eleições de 1992 e manteve-se no processo negocial de Bicesse até ao fim, apesar das pressões de Luanda e muitas outras capitais para que aceitasse o exílio.

XS
SM
MD
LG