Links de Acesso

Prevalência do Sida diminui em São Tomé e Príncipe

  • Óscar Medeiros

A prevalência do Sida está a diminuir em São Tome e Príncipe, de acordo com o último estudo sobre a situação de doença no arquipélago.

Dos cerca de 190 mil são-tomenses, 0,5 por cento são portadores do vírus HIV/Sida.

O documento revela que a ilha do Príncipe é a região com maior percentagem de infectados.

No ano passado 40 pessoas morreram devido à Sida em São Tomé e Príncipe e, actualmente, há 508 doentes com tratamento com anti-retroviral.

O coordenador do Programa Nacional de Luta Contra a Sida diz estar satisfeito com o resultado das campanhas de prevenção e de sensibilização realizadas no país.

Bonifácio Sousa garante que os anti-retrovirais chegam para todos os infectados identificados.

Agora, segundo aquele responsável, a maior preocupação está virada para a prevenção nos grupos de risco, ou seja, as profissionais de sexo, os reclusos e os homossexuais.

XS
SM
MD
LG