Links de Acesso

PR e Governo de São Tomé e Príncipe "chocam-se" devido a segurança

  • Óscar Medeiros

Manuel Pinto da Costa, Presidente de São Tomé e Príncipe

Manuel Pinto da Costa, Presidente de São Tomé e Príncipe

Governo chama da palhaçada intromissão de jovem no Palácio Presidencial e chefe da Casa Civil ameaça processar o ministro.

O ministro da Administração Interna de São Tomé e Príncipe proferiu nesta quarta-feira, 24, duras críticas contra os serviços da Presidência da República, na sequência da divulgação da notícia do caso de um jovem delinquente que invadiu um dos gabinetes de trabalho do Chefe de Estado Manuel Pinto da Costa.

Arlindo Ramos apelou o Presidente da República a estar mais atento ao que considera de "irresponsabilidades de pessoas que dirigem os serviços da presidência da república".

Este é mais um caso que compromete a capacidade da unidade militar de protecção do Presidente da República.

O Ministério da Administração anunciou a abertura um inquérito para apurar a veracidade dos factos.

Entretanto o tutelar da pasta diz que trata-se de uma "palhaçada" que tem o envolvimento de responsáveis dos serviços da Presidência da República, antes do resultado do inquérito mandado instaurar.

O Chefe da Casa Civil do Presidente da República não gostou das declarações do membro do Governo e ameaça levar o ministro à justiça.

Em conferência de imprensa, Amaro Couto acusou o Governo de dar mais e melhores condições de trabalho às outras unidades de protecção de dirigentes do Estado em detrimento da guarda presidencial, uma preocupação que pode estar a gerar mais um clima de crispação entre o Presidente da República,Manuel Pinto da Costa e o Primeiro-ministro, Patrice Trovoada.

XS
SM
MD
LG