Links de Acesso

São Tomé e Príncipe e Cabo Verde lideram em acesso a água potável

  • VOA Português

Com o Gabão, os três países têm mais de 90 por cento de cobertura de água potável.

Os governos dos países da África Ocidental e Central, empresários e organizações não governamentais terminam nesta quinta-feira, em Dakar, Senegal, um encontro que pretende mobilizar mais recursos para aumentar o acesso à água potável por parte das populações.

O Relatório Conjunto do Programa de Monitorização 2015 revela que as maiores taxas regionais de cobertura de água potável são as de São Tomé e Príncipe, com 97 por cento, do Gabão com 93 por cento, e de Cabo Verde, com 92 por cento.

Em toda a região, um quarto dos habitantes não tem saneamento adequado e os índices nacionais chegam a rondar 12 por cento em casos como do Níger, do Togo e do Chade.

O Unicef estima que 180 mil crianças menores de cinco anos morrem anualmente na África Subsaariana devido às doenças diarreicas associadas à água, à higiene e ao saneamento inadequados.

A região acolhe ainda cerca de metade da população mundial que não tem acesso à água potável, além de aproximadamente 700 milhões de pessoas sem acesso ao saneamento melhorado.

XS
SM
MD
LG