Links de Acesso

São Tomé e Príncipe e Cabo Verde galardoados pela redução do paludismo

  • Redacção VOA

Prémios Excelência da Aliança de Líderes Africanos contra o Paludismo, Alma 2016, serão entregues este sábado.

Cabo Verde e São Tomé e Príncipe vão receber os Prémios de Excelência da Aliança de Líderes Africanos contra a Malária, Alma 2016, pela “redução drástica” da malária nos dois arquipélagos, ao terem alcançado os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

Os prémios serão entregues amanhã, sábado, no início da Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da União Africana, em Addis Abeba, Eitópia.

Além de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, serão premiados Botswana, Eritreia, Namíbia, Rwanda, África do Sul e Swazilândia

Um comunicado da Alma indica que o mesmo galardão será entregue à Libéria, o Ruanda e Senegal, pelo seu desempenho no controlo da doença entre 2011 e 2015, enquanto as Comores, Guiné-Conacri e Mali serão premiados por terem obtido nota máxima no controlo da doença no mesmo período.

A África alcançou ganhos históricos na luta contra o malária ao longo dos últimos 15 anos.

Desde 2000, diz a Alma, as taxas de mortalidade da doença no continente caíram 66 por cento para todos os grupos etários e 71 por cento entre as crianças até aos cinco anos.

Cerca de 663 milhões de casos foram evitados na África subsaariana ao longo dos últimos 14 anos.

XS
SM
MD
LG