Links de Acesso

Decisão de fixar moeda de São Tomé ao euro foi positiva

  • Óscar Medeiros

Decisão contribuiu para "estabilidade macro económica"

A fixação do valor da Dobra de São Tomé ao Euro tem sido um sucesso contribuindo para a estabilidade macro económica do país, desde 2010. A constatação é da comissão de avaliação do acordo de cooperação económica entre São Tomé e Príncipe e Portugal reunida na capital do país no seu oitavo encontro.


O Director Geral das Finanças de Portugal e chefe da equipa técnica portuguesa Hélder Reis garante que desde a entrada em vigor do acordo que estabeleceu a paridade fixa entre a Dobra, a moeda nacional e o Euro, São Tomé e Príncipe nunca solicitou crédito para restabelecer a sua reserva de importação, o que demonstra a estabilidade da situação macro económica do país.

Reis disse ainda que o cambio a que a Dobra foi fixada em relação ao Euro se mostrou “equilibrado” não tendo por isso havido a necessidade de fazer qualquer ajustamento em termos de depreciação ou valorização

Entretanto neste oitavo encontro da comissão de avaliação do acordo de cooperação económica com Portugal, as autoridades nacionais concluíram que o país precisa de investir mais no sector produtivo para diminuir a sua dependência do exterior.
XS
SM
MD
LG