Links de Acesso

São Tomé: Altas patentes militares agridem cidadão

  • Óscar Medeiros

 Palácio Presidencial São Tomé e Príncipe

Palácio Presidencial São Tomé e Príncipe

Imagens que mostram o espancamento brutal de um cidadão estão a circular nas redes sociais.

Em São Tomé, um vídeo que começou a ser divulgado há dois dias na internet mostra um civil, a ser espancado brutalmente por altas chefias militares do país entre elas o próprio Chefe de Estado Maior, o brigadeiro Justino Lima.

A Plataforma dos Direitos Humanos já condenou o acto, e o primeiro-ministro solicitou ao presidente da república a convocação urgente de uma reunião extraordinária do Conselho Superior de Defesa Nacional enquanto isso o ministro da defesa ordenou a abertura de um inquérito.

As imagens que mostram o espancamento brutal de um cidadão civil, santomense, alegadamente por ter cometido o crime de furto estão a circular desde última Quarta-feira nas redes sociais. Tendo tomado conhecimento do caso o Ministro da Defesa Carlos Stok reuniu o Estado Maior Geral Das Forças Armadas e ordenou a abertura de um inquérito para apurar responsabilidades.

Nas imagens vê-se que entre os militares que torturavam o jovem cidadão Santomense está o próprio Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas, o Brigadeiro Justino Lima. O tutelar da pasta da Defesa não tem dúvidas que o vídeo compromete altas patentes do exército.

Perante a gravidade do acto, o primeiro-ministro Patrice Trovoada solicitou ao Presidente da República, Manuel Pinto da Costa, com carácter de urgência, a convocação de uma reunião extraordinária do Conselho Superior da Defesa Nacional. Enquanto isso a Plataforma dos Direitos Humanos já condenou a atitude dos militares.

De acordo com informações que circulam no país este vídeo amador, captado do interior das instalações das Forças Armadas Santomenses, é de Setembro de 2014, mas só agora foi divulgado.

XS
SM
MD
LG