Links de Acesso

"Filho da Sambizanga" dá esperança a jovens esquecidos

  • Esperança Gaspar

Siona Casimiro Júnior

Siona Casimiro Júnior

Num dos bairros mais pobres e populosos de Luanda, um jovem idealista aposta na solidariedade social

O Sambizanga é um dos municípios de Luanda com maior índice de criminalidade, resultado da falta de ocupação de muitos jovens. O analfabetismo marca também pela negativa o município considerado como o mais populoso da capital angolana.

Preocupado com a situação, um jovem sem muitos recursos financeiros, decidiu criar projectos sociais, entre os quais um de alfabetização e outro cultural. A iniciativa visa ocupar os jovens com desporto, teatro, poesia e música e, assim, incentivar os munícipes do Sambizanga a optarem por um estilo de vida melhor.

Sala de aulas no bairro de Sambizanga

Sala de aulas no bairro de Sambizanga

Siona Casimiro Júnior, é este jovem responsável pela mudança pela positiva de mais de 50 jovens entre os 15 aos 21 anos de idade.

Na área da educação, o jovem apostou na alfabetização. São senhoras dos 15 aos 50 anos que, já na idade adulta, ganharam o gosto pela escrita. Algumas porque a infância não lhes deu a oportunidade de ir à escola.

O projecto existe desde 2005. O programa de alfabetização conta com apenas uma sala de aulas para mais de 100 senhoras. As chapas de zinco formam a infra-estrutura já degradada. Sentadas em tijolos, as senhoras aprendem a ler e a escrever com ajuda de jovens professores que, no fim de cada mês, recebem apenas a satisfação pessoalde ter ajudado o próximo. A Esperança Gaspar visitou este projecto de Siona Casimiro Junior, que se descreve como o “Filho da Sambizanga.”

Clique a barra sobre este texto para ouvir.

XS
SM
MD
LG