Links de Acesso

Samakuva: Presidente escutou nossos apelos e preocupações

  • Coque Mukuta

Isaías Samakuva

Isaías Samakuva

Dirigente da UNITA dá pormenoers do seu encontro com Eduardo dos Santos.

O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, disse que o Presidente José Eduardo dos Santos escutou as preocupações da UNITA não só sobre a reconciliação nacional mas também sobre a situação geral no país.

Samakuva falava em conferência de imprensa sobre o encontro que manteve Terça-feira, 15, com o chefe de estado angolano.

O encontro, disse a UNITA, foi pedido pelo próprio Presidente poucos dias depois deste partido ter afirmado que a “indiferença” da liderança máxima do estado para com o assassinato e perseguição dos seus militantes punha em perigo à reconciliação nacional.

A UNITA boicotou o Dia Nacional da Paz na semana passada

"A atitude dos governantes em relação ao processo de reconciliação nacional mudou, ficamos com a impressão que o processo de reconciliação nacional acabou, foi anulado", disse Samakuva na conferência de imprensa.

O líder da UNITA disse que José Eduardo dos Santos tomou boa nota das questões e futuramente mas não especificou o horizonte temporal em que o Presidente se poderá pronunciar sobre o assunto.

Samakuva disse ter levado Eduardo dos Santos todas as questões que preocupam o país, como por exemplo o estado de miséria em que a maioria dos cidadãos angolanos vivem.

"A situação social e económica dos cidadãos angolanos continua a ser de extrema pobreza e de degradação”, disse.

"Falta de prestação de serviços eficientes tanto na saúde, na educação, falta de água e energia eléctrica, transporte público e habitação, enfim falta de muita coisa", acrescentou.

Em suma Isaías Samakuva disse que o importante foi conseguido: que o Presidente da República escutou as preocupações da UNITA que são também dos angolanos de uma maneira geral.

"Durante a reunião com o Presidente da República compreendemos que os nossos apelos e preocupações, para evitar que o país continue a viver como está, foram escutados. Passámos em revista diversos aspectos dessas questões todas", disse.

A última vez que o chefe de Estado angolano se reuniu com o líder do maior partido da oposição foi em 2011.

Não foi marcado qualquer novo encontro.
XS
SM
MD
LG