Links de Acesso

Saida do Reino Unido da União Europeia força a renúncia de David Cameron


David Cameron

David Cameron

A saída do Reino Unido da União Europeia (EU) força a renúncia do primeiro-ministro David Cameron e gera o maior golpe ao projecto europeu de maior unidade desde a Segunda Guerra Mundial, escreve a Reuters.

Cameron, que comandou a campanha pela permanência, disse que irá deixar o cargo de primeiro-ministro até outubro.

Ele disse que "o povo britânico deixou muito clara a decisão de tomar um caminho diferente e penso que o país necessita uma nova liderança para levá-lo nesta direcção”.

Os mercados financeiros globais caíram nesta sexta-feira, 24, após 51,89 por cento dos eleitores britânicos terem apoiado a saída do bloco, que o país participava há mais de 40 anos, contra 48,11 por cento favoráveis à permanência na UE.

A libra chegou a cair 10 por cento ante o dólar, em níveis vistos pela última vez em 1985, por temores de que a decisão possa atingir investimentos na quinta maior economia do mundo, ameaçar o papel de Londres como capital financeira global e gerar meses de incertezas políticas.

XS
SM
MD
LG