Links de Acesso

Moçambicanos Receiam Vaga de Xenofobia na África do Sul

  • Francisco Vieira

Muito medo e muita preocupação por parte dos moçambicanos residentes na África do Sul.
Rumores crescentes indicam que, a qualquer momento, os ataques xenófobos podem ressurgir em força, naquele país vizinho, onde vivem, estudam e trabalham mais de três milhões de moçambicanos.
Emigrantes que estão a ser aconselhados a regressarem à sua terra natal, quanto antes.

Entretanto, em declarações à VOA, a embaixadora de Moçambique nos EUA Amélia Matos Sumbana, manifestou preocupação em relação a uma vaga de xenofobia na África do Sul, país com que Moçambique tem boas relações.

Estas declarações da embaixadora Amélia Matos Sumbana foram feitas à VOA, à margem de um debate sobre ajuda alimentar patrocinado pelo Centro Internacional Woodrow Wilson e pela Parceria para Reduzir a Fome e a Pobreza em África. A embaixadora de Moçambique foi a convidada de honra deste evento em que diversos parceiros tomaram parte.

Moçambique é um dos países-piloto do programa Feed the Future, que se pode traduzir por programa para o futuro alimentar. A embaixadora Amélia Matos Sumbana fala do significado deste convite de participação expressamente endereçado a Moçambique.

XS
SM
MD
LG