Links de Acesso

Roubo de bandeira da UNITA termina em prisões em Cuando Cubango

  • Armando Chicoca

Adriano Sapinala acusa MPLA

Adriano Sapinala acusa MPLA

UNITA acusa MPLA de infiltrar um militante no seu comité que provocou os confrontos

O secretário provincial da UNITA na província do Cuando Cubango, Adriano Sapinala, queixa-se de ilegal e injusta a detenção de que foram alvos seis dirigentes do seu partido, pela policia local, no passado dia 3.

Sapinala afirma à VOA que tudo começou com a introdução de um militante do MPLA, de nome“Chimuco”, no comité da UNITA que depois viria aderrubar o mastro e a roubar a bandeira do partido.

Também a polícia reteve uma viatura do partido.

Aquele responsável da UNITA diz não compreender como é que os quadros do partido foram convertidos de vítimas a arguidos.

O director-adjunto dos Serviços de Investigação Criminal (SIC), Job de Almeida, diz que a apreensão da viatura tem a ver com o uso do referido meio num suposto acto de tentativa de impedir a acção da corporação.

A VOA sabe que o julgamentosumário deve acontecer ainda nesta quinta-feira, 9, no tribunal provincial do Cuando Cubango.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG