Links de Acesso

Roque Santeiro Próximo do Fim

  • Alexandre Neto

Roque Santeiro Próximo do Fim

Roque Santeiro Próximo do Fim

Não são muito claras as causas por detrás desta decisão que, aos poucos, está a ser tornada pública

A administração de Luanda pondera transferir o popular mercado do Roque Santeiro para a área do Panguila, uma nova concentração urbana situada a, aproximadamente,quinze quilómetros a Norte da cidade de Luanda. O mês de Junho é a data apontada.
Não são muito claras as causas por detrás desta decisão que, aos poucos, está a ser tornada pública. Fala-se da criminalidade e/ou necessidade de descongestionamento da área por onde passa uma das principais vias que dá acesso a zona industrial Norte.
Observadores consideram que a localização dos mais de 500 mil metros quadrados desta área, que tem vista privilegiada para o mar, reforçou a cobiça e um voraz concurso por parte de interesses privados bilionários.
O governo terá criado já uma comissão para tratar do assunto. O registo dos vendedores assinala, para já, um primeiro passo.
No local,não houve ainda uma comunicação oficial embora responsáveis,ao nível da administração comunal, tenham tornado público este programa.
O Roque Santeiro é uma típica e referenciada superfície comercial informal para onde confluem milhões de pessoas que vendem e demandam bens e serviços de todo o género.
Pela natureza do negócio o seu "cash-flow" não está determinado, muito embora especialistas em mercados estimem em muitos milhões de dólares o movimento diário.
Dona Ângela é comerciante de calçado na zona dos Santomenses. Prestes a completar 40 anos de idade, conta que quando começou a frequentar o espaço não havia se quer edificações!
Na mesma secção encontramos dona Odeth. É mãe de quatro filhos. O negócio é sua principal fonte de rendimentos. A distância a que querem devotá-las ameaça a sua sobrevivência.
Um dos maiores problemas, por exemplo, tem a ver com os acessos para a nova zona.
A localização do Roque, o feitichismo do negócio que se gerou, a exclusividade e informalidade das vendas do produtos em concorrência com o mercado formal, trouxeram o chamado aviamento comercial hoje muito cobiçado por potenciais investidores.
O Roque Santeiro por tudo que nele é produzido transformou-se num mundo dentro de Luanda.
A propalada mudança seria até norma, não fossem os transtornos que causará aos seus usuários, sejam eles vendedores e consumidores, estes últimos de todas as classes.
Muitos créditos constituídos junto de entidades afins, sejam elas bancárias ou similares, estão na eminência de não vir a ser honrados, disse Arlindo Lemos vendedor de roupas.
Os nossos esforços de ouvir a versão dos responsáveis não resultaram.

XS
SM
MD
LG