Links de Acesso

Risco de saúde para alunos de Luanda

  • Coque Mukuta

Relatório revela condições higiénicas chocantes

Crianças em Luanda correm graves riscos de saúde devido às péssimas e chocantes condições de higiene nas escolas, revela uma relatório publicado na semana passada por uma organização estudantil .




O documento que já repousa no gabinete do chefe do Executivo Angola, José Eduardo dos Santos e os seus auxiliares, responsabiliza o Governo da Província de Luanda e a Delegação da Educação, dirigidos por Bento Bento e André Soma respectivamente, por não disporem para várias escolas funcionários de limpezas e transportadoras de lixo.

Casa de banho em escola de Luanda

Casa de banho em escola de Luanda

As condições em algumas casas de banho, como demonstrado por fotografias anexas ao documento, indicam haver um estado grave com retretes entupidas e a transbordarem e fezes e urinas no chão de algumas deles


Miguel Kimbenze, avança ainda que o estado em que se encontram várias escolas, as crianças chegam mesmo a contaminar doenças e podem perder a vida pelas condições que são submetidas.

Por outro lado o relatório diz que crianças estão a ser forçadas a trabalhar nas escolas

“No terreno, tal como o senhor jornalista viu no vídeo víamos muitas crianças a exercerem trabalhos forçados” frisou Miguel Kimbenze, Secretário Executivo, da Comissão Estudantil do Movimento dos Estudantes Angolanos (MEA).

“Vimos crianças a trabalharem para a limpeza da escola de forma forçada” acrescentou.

O relatório comporta vários vídeos e fotografias de alunos a executarem trabalhos forçados nas escolas.

“O estado em que se encontra as casas quartos de banho as crianças podem mesmo ficarem doentes” disse.

“Além de fonte de propagação de doenças as crianças podem morrer pelo estado em que se encontra algumas escolas” acrescentou.

A Voz América tentou o contacto com o Governo da Província de Luanda e Delegação Provincia para ouvir a sua reacçãol mas sem sucesso.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG